O Grupo PSA Peugeot Citroën iniciará em novembro um novo ciclo de investimentos na fábrica de Porto Real (RJ). Ao todo, é previsto um aporte de R$ 220

O Grupo PSA Peugeot Citroën iniciará em novembro um novo ciclo de investimentos na fábrica de Porto Real (RJ). Ao todo, é previsto um aporte de R$ 220 milhões para produzir uma nova linha global na planta brasileira.

A plataforma, conhecida como CMP, foi introduzida recentemente na Espanha com a produção do compacto Peugeot 208. No Brasil, o primeiro veículo dessa base deve começar a ser fabricado em 2021. Entretanto, a PSA não revelou detalhes sobre os modelos que serão feitos em Porto Real. De acordo com rumores de mercado, o principal candidato é o novo utilitário-esportivo Peugeot 2008, e posteriormente, o SUV 1008. Este último ainda não tem o nome definitivo.

A expectativa do grupo com os investimentos é que as duas marcas atinjam ao menos 5% do mercado brasileiro em 2023. Atualmente, a participação das marcas é de apenas 2% no segmento  de automóveis e comerciais leves.

Segundo Fabricio Biondo, vice presidente de comunicação do grupo, a nova plataforma é modular. “A nova plataforma é totalmente modular. Portanto, permite a produção de vários produtos dos segmentos compacto e médio, bem como sedãs, utilitários-esportivos e até veículos elétricos.”

Além disso, o executivo falou um pouco sobre como será distribuído o investimento de R$ 220 milhões. “O valor envolve melhorias a serem feitas em várias áreas produtivas, incluindo a instalação de 30 novos robôs em adição aos 245 existentes. Cada novo produto a ser produzido receberá um investimento específico”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here