Área de controle de acesso e biometria impulsiona bom resultado da empresa

Área de controle de acesso e biometria impulsiona bom resultado da empresa

A Digicon projeta superar a marca de R$ 50 milhões de faturamento e crescer 25% em 2011. O principal segmento que impulsiona o bom resultado é a área de controle de acesso e biometria, que atingirá expansão entre 45% a 50% no ano. Um dos fatores que influenciou o resultado é a Copa do Mundo de 2014. “A Digicon atendeu seis grandes estádios brasileiros este ano com a tecnologia de controle de acesso. Isso representa um aumento de mais de 100% na base de 2010”, destaca o gerente de produto, João Luis Diniz.

Segundo Diniz, os equipamentos de Registro Eletrônico de Ponto (REP) também alavancaram a receita. “Apesar da Portaria 1510 que regulamenta o uso de um sistema de controle de ponto eletrônico ter sido adiada pelo governo, a empresa fechou contratos importantes que a colocam entre as maiores fabricantes de REP do País”, lembra.

Outro segmento de destaque na Digicon em 2011 foi o de Trânsito e Transportes, que deve crescer entre 20% a 25% em faturamento. O resultado se deve ao investimento em infraestrutura. “A Digicon oferece soluções eficientes para melhora do tráfego nos grandes centros urbanos por meio dos controladores de tráfego e sistemas adaptativos em tempo real”, diz. Na área de Transporte Público, a implantação da bilhetagem eletrônica para ônibus e para o sistema metroferroviários já é uma realidade e que deve cada vez mais fazer parte da vida do brasileiro. No transporte privado, há uma procura cada vez maior por estacionamentos rotativos públicos e os parquímetros da Digicon foram instalados em diversos municípios.

No mercado internacional, a Digicon tem realizado um trabalho de longo prazo e a perspectiva para 2012 é das vendas externas representarem cerca de 20% do faturamento total da empresa contra os atuais 15%. A mudança será conquistada principalmente com a abertura de novas mercados na Europa. A presença no México, Colômbia, Peru, Equador e Chile já é forte na área de Controles de Acesso e o desafio é buscar maior penetração das soluções para Trânsito e Transporte.

Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here