VW Delivery

O VW Delivery Express liderou as vendas no segmento de 3,0 a 3,5 toneladas no acumulado do primeiro trimestre. Com 689 emplacamentos e participação de mercado de 28%, o modelo comemora ainda suas primeiras 2 mil unidades vendidas desde a chegada às concessionárias de todo o Brasil, em junho de 2018.

Um dos diferenciais no mercado é que o Delivery Express poder ser conduzido por motoristas com carteira de habilitação B. Além disso, trafega em áreas onde a circulação de caminhões é restrita.

Para agilizar sua entrada em operação, o Delivery Express pode sair com implemento de fábrica. Assim, o cliente pode escolher entre carga seca ou baú, com todas as garantias desses equipamentos preservadas por seu fabricante, a Randon.

Os implementos tiveram um projeto desenvolvido pela Randon para os caminhões VW.  Considerando os modelos normais de produção — ou seja, com o entre-eixo de 3.600 mm —, o implemento para carga seca tem 4,3 metros de comprimento; 2,2 m de largura e 0,4 m de altura. Essa configuração é ideal para o transporte de materiais de construção, hortifrútis ou mesmo produtos envazados.

Já como baú, as dimensões ficam em 4,3 m de comprimento; largura de 2,2 m; e altura de 2,2 m, tamanho adequado para carregar eletrodomésticos, flores, peças ou qualquer outra aplicação de distribuição urbana.

“Ele foi muito bem recebido em nossa rede de concessionárias por combinar o conforto de um carro de passeio à robustez dos veículos de trabalho, numa sintonia que já faz história no transporte de cargas”, afirma Ricardo Alouche, vice-presidente de Vendas, Mkt e Pós-Vendas da VW.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here