Percurso para veículos pesados poderá ser diminuído em até 42 quilômetros

Percurso para veículos pesados poderá ser diminuído em até 42 quilômetros

A ponte localizada no km 46+200 da rodovia Dom Pedro I (SP-065), em Nazaré Paulista, está totalmente liberada para o tráfego de caminhões com mais de 45 toneladas. A restrição que existia na pista sul, sentido Jacareí, foi eliminada após a realização de estudos técnicos e serviços de manutenção e conserva executados pela Rota das Bandeiras.

Entre os trabalhos realizados, a Concessionária efetuou obras de reparo em uma das cabeceiras da ponte, além de melhorias na pavimentação. Os estudos técnicos contaram com inspeções de campo e verificação de cálculos realizados pela equipe de engenharia.

Com a liberação, o percurso das viagens para os veículos pesados poderá ser diminuído em até 42 quilômetros, resultando em economia de tempo e combustível. Atualmente, os motoristas que vinham da Região Metropolitana de Campinas para as cidades do Vale do Paraíba, seguiam pela Dom Pedro I até Atibaia e, no km 74, acessavam a rodovia Fernão Dias (BR-381) até chegarem à via Dutra, na divisa entre São Paulo e Guarulhos.

A medida também é importante para os caminhões que saem de Paulínia e tinham que rodar até São Paulo para acessar a via Dutra. Agora, ao trafegarem pela rodovia Dom Pedro I, esses veículos poderão, além de encurtar a viagem, evitar o pesado tráfego da Marginal do Tietê.

Os mesmos estudos técnicos para a liberação da ponte no km 46+200 foram realizados em outras 19 pontes e viadutos do Corredor Dom Pedro. Nenhuma delas apresentou qualquer problema que pudesse causar restrições aos motoristas.

Responsável pela administração do Corredor Dom Pedro, a Rota das Bandeiras S. A. é uma empresa da Odebrecht TransPort, investidora e operadora no Brasil em negócios relacionados à mobilidade urbana, rodovias, sistemas integrados de logística e aeroportos.

Portal Estradas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here